Diário 24 Horas

Diego Maradona morre aos 60 anos de idade

O lendário atacante argentino faleceu após uma parada cardiorrespiratória em sua casa
O lendário atacante argentino faleceu após uma parada cardiorrespiratória em sua casa
PorMarcos Henderson

Lenda eterna do futebol argentino e, ao mesmo tempo, um dos jogadores mais rodeados de polêmica da história, Diego Maradona morreu aos 60 anos. O atacante sofreu uma parada cardiorrespiratória em sua casa, na cidade de Tigre, nesta quarta-feira (25), onde se recuperava de uma cirurgia recente no cérebro. 

Os paramédicos de emergência foram chamados à sua casa, onde recebeu tratamento, mas o ícone do futebol não pôde ser ressuscitado. Minutos depois, veio a confirmação de sua morte pelo Associated Press.

Três dias de luto nacional foram declarados na Argentina pelo presidente Alberto Fernandez após a morte da estrela. “Você nos levou ao topo do mundo. Você nos fez imensamente felizes. Você foi o maior de todos", declarou o presidente. A Federação Argentina de Futebol prestou homenagem a Maradona após a confirmação de sua morte, com a legenda: “Adeus Diego. Você será eterno em cada coração do planeta do futebol.”

Maradona é considerado um dos maiores jogadores de todos os tempos, tendo capitaneado a Argentina na vitória da Copa do Mundo de 1986. Uma de suas maiores polêmicas esteve atrelada ao seu desempenho contra a Inglaterra nas quartas-de-final de 1986, onde marcou o famoso gol da 'Mão de Deus' ao dar um soco na bola para passar por cima da cabeça do goleiro inglês Peter Shilton em um incidente que passou despercebido pelos árbitros da partida. Ele também marcou um dos maiores gols de todos os tempos na mesma partida, driblando cinco jogadores da Inglaterra antes de finalizar.

Maradona jogou uma temporada completa no Boca Juniors antes de garantir entrada no Barcelona pelo valor recorde de 5 milhões de libras, ajudando o time espanhol a conquistar o título da Copa del Rey e da Supercopa da Espanha. Depois de duas temporadas vestindo a camisa do Barça, Maradona ingressou no Napoli, onde ajudou o time italiano a garantir dois títulos da Série A e a Copa da Itália, bem como a Copa da Uefa de 1988/89.

Depois de uma breve passagem pelo Sevilla, Maradone voltou à Argentina com o Newell’s Old Boys, antes de encerrar sua carreira no Boca, onde se aposentou em 1997.

+Celebridade

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson