Diário 24 Horas

Butantan emite alerta sobre venda falsa da CoronaVac

A vacina ainda não teve a comercialização liberada.
A vacina ainda não teve a comercialização liberada.
PorBruna Pinheiro

A notícia da eficácia de 78% na prevenção de casos leves de Covid-19 da vacina produzida em parceria pela empresa chinesa Sinovac com o Instituto Butantan, no Brasil, levou a comemoração de muitas pessoas pelo país que querem se vacinar o quanto antes com a CoronaVac. Entretanto, a possibilidade de finalmente ter acesso a vacina levou a criação de um mercado paralelo de imunizantes falsos.

Com isso, o Butantan precisou emitir um alerta informando que a vacina não teve a comercialização liberada, já que a Anvisa ainda está avaliando o uso emergencial dela com aplicação gratuita pelo governo federal e de São Paulo, responsável por parte do investimento junto ao Instituto. Até o momento, a vacina ainda não chegou nem ao sistema público, nem ao particular de distribuição autorizadas de vacina.

"A vacina do Butantan ainda não está disponível para comercialização", escreveu o Butantan em suas redes sociais oficiais neste sábado (9).

Denúncias foram feitas contra o site Farmácia 24 horas, que estava vendendo dez caixas com doses da CoronaVac por R$ 98. O órgão responsável, o Procon-SP, foi a sede da empresa na capital paulista para autuar, mas não encontrou nada no local e o site saiu do ar. De acordo com o posicionamento do órgão em relação às vendas, o Procon afirmou que elas não serão vendidas pela internet e que qualquer iniciativa neste sentido é um golpe. 

Divulgação/Procon-SP. O site 'Farmácia 24 horas' vendia doses falsas da CoronaVac
Divulgação/Procon-SP. O site 'Farmácia 24 horas' vendia doses falsas da CoronaVac
Divulgação/Procon-SP. O site 'Farmácia 24 horas' vendia doses falsas da CoronaVac

+Coronavírus

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1