Diário 24 Horas

Petrobras: Preço da gasolina e do diesel sobe pela 4ª vez em 2021

O reajuste nas refinarias será de 10,2% para a gasolina, que passará a custar R$2,48, e 15,2% para o Diesel, que sobe para R$ 2,58
O reajuste nas refinarias será de 10,2% para a gasolina, que passará a custar R$2,48, e 15,2% para o Diesel, que sobe para R$ 2,58
PorMarcos Henderson

Novos preços do diesel e da gasolina foram anunciados pela Petrobras nesta quinta-feira (18), com vigência a partir da próxima sexta-feira (19) em todo o Brasil. O reajuste nas refinarias será de 10,2% para a gasolina, que passará a custar R$2,48, e 15,2% para o Diesel, que sobe para R$ 2,58. 

O preço do litro da gasolina nas refinarias sobe 10,2% (R$ 2,48); o diesel vai a 15,2% (R$ 2,58). As medidas valem a partir de meia-noite de sexta-feira (19).

Esta é a quarta vez em que os valores da gasolina aumentam somente em 2021, e a terceira vez para o diesel. A título de comparação, os preços da gasolina e do diesel em dezembro de 2020 nas refinarias eram R$ 1,84 e R$ 2,02, respectivamente. De lá para cá a alta foi de 34,78% para a gasolina e 27,72% para o diesel. 

Em nota, a Petrobras afirma que o alinhamento de seus preços em relação ao que é praticado no mercado internacional "é fundamental para garantir que o mercado brasileiro siga sendo suprido sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras".

Na última quarta-feira (17), o petróleo atingiu os maiores níveis desde janeiro do ano passado no cenário internacional, com o barril do tipo Brent fechando em alta de 1,6%, e o petróleo dos Estados Unidos (WTI) chegando a um reajuste de 1,8%.

A Petrobras também apresenta um levantamento para exemplificar as vantagens brasileiras em relação a outros países. "Em ambos os casos, os preços médios no Brasil estão abaixo dos preços registrados no Chile, Argentina, Peru, Canadá, Alemanha, França e Itália", diz a pesquisa da Globalpetrolprices.com apresentada pela companhia. 

O estudo afirma que o preço médio da gasolina ao consumidor final no Brasil é 17% inferior à média global de preços. No caso do Diesel, o preço ao consumidor brasileiro é 28% inferior à média global, com base em uma amostragem de 166 países. 

Comentários

O que você achou?
0GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
1DetesteiDetestei
0AmeiAmei
0AffAff
Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson