Baterista do Offspring é demitido por não tomar vacina contra Covid-19

Liderada por um doutor em biologia molecular, o Offspring optou por afastar indefinidamente o baterista Pete Parada
Liderada por um doutor em biologia molecular, o Offspring optou por afastar indefinidamente o baterista Pete Parada
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

O baterista do The Offspring, Pete Parada, foi demitido da banda por não tomar a vacina contra Covid-19. Em um comunicado publicado nas redes sociais, o músico afirmou que não foi imunizado contra a doença por causa dos riscos pessoais de saúde que, segundo ele, seriam maiores do que os benefícios do composto. 

Não ficou claro pela publicação se a saída de Parada é permanente, mas ele observou que não irá se apresentar nos próximos shows da banda. Além de ser substituído em uma turnê, o músico foi avisado para não aparecer mais no estúdio. 

“Como não consigo cumprir o que está se tornando cada vez mais um mandato da indústria, recentemente foi decidido que não é seguro eu estar por perto, no estúdio e em turnê”, escreveu Parada em um post de várias partes no Instagram. “Menciono isso porque você não vai me ver nesses próximos shows. Também quero compartilhar minha história para que qualquer pessoa que esteja passando pela agonia e pelo isolamento de ser deixada para trás agora saiba que não está totalmente sozinha.”

Parada afirma em suas postagens que já foi diagnosticado com Covid-19 anteriormente, alegando erroneamente que isso garante os anticorpos contra a doença. Em suas justificativas, Parada diz que tem Síndrome de Guillain-Barré, o que o colocaria em risco caso tomasse a vacina. Por fim, o músico forneceu apoio às pessoas que também se recusam a tomar a vacina. 

“Não tenho sentimentos negativos em relação à minha banda”, escreveu Parada. “Eles estão fazendo o que acreditam ser melhor para eles, enquanto eu faço o mesmo. Desejando a toda a família Offspring tudo de bom enquanto eles se vingam! Estou com o coração partido por não ver minha comunidade itinerante e vou sentir falta de me conectar com os fãs mais do que posso expressar em palavras”, finalizou o baterista. 

Vale ressaltar que o frontman do Offspring, Dexter Holland, recebeu o doutorado em biologia molecular pela Universidade do Sul da Califórnia (USC), há quatro anos. 

Comentários

O que você achou?