HBO anuncia transmissão de toda a série "Watchmen" gratuitamente neste fim de semana

A HBO disse se orgulhar de poder oferecer esta 'série oportuna e pungente que explora o legado do racismo sistêmico na América' ​​para coincidir com a 'Juneteenth'.
A HBO disse se orgulhar de poder oferecer esta 'série oportuna e pungente que explora o legado do racismo sistêmico na América' ​​para coincidir com a 'Juneteenth'.
PorCarol Souza19/06/2020 11h33

A HBO anunciou nesta última quinta-feira (18) que transmitirá toda a série "Watchmen" gratuitamente neste fim de semana para coincidir com o feriado americano de junho. Também conhecido como "Dia da Liberdade", a "Juneteenth" comemora o dia 19 de junho de 1865, o dia em que a Proclamação da Emancipação finalmente entrou em vigor em todos os antigos Estados Confederados da América.

Sendo assim, nesta sexta (19), a emissora de TV transmitirá todos os nove episódios de "Watchmen" em sucessão. Se você não tem uma assinatura da HBO ou se o canal nao está no catálogo de seu pacote de TV por assinatura, não se preocupe: toda a série também será transmitida gratuitamente no HBO.com e On Demand até 21 de junho.

O criador Damon Lindelof adaptou "Watchmen" como uma versão moderna dos quadrinhos clássicos de 1987 de Alan Moore e Dave Gibbons. No show, Angela Abar (Regina King) é uma policial de Tulsa mascarada, conhecida como Sister Night. Ela descobre uma conspiração do Sétimo Kavalary, um grupo terrorista supremacista branco, inspirado no original vigilante Rorschach. Ela mata muitos racistas no processo - mas essa é apenas uma das histórias densas da série.

Outros personagens dos quadrinhos de Moore, incluindo Calvin Abar / Jon Osterman / Dr. Manhattan (Yahya Abdul-Mateen II), Adrian Veidt / Ozymandias (Jeremy Irons) e Hooded Justice (Louis Gossett Jr.) fazem aparições notáveis ​​no show, junto com novos personagens como Lady Trieu (Hong Chau). É um elenco muito mais diversificado do que o filme cômico e de 2009, dirigido por Zack Synder. Também apresenta uma trilha sonora de Trent Reznor e Atticus Ross.

Após seu lançamento original, "Watchmen" foi elogiado por seus retratos sutis e altamente relevantes da brutalidade policial, legados de racismo institucional e desigualdade, ilustrados com cenários históricos como o massacre de 1921 em Tulsa e a era Jim Crow.

Dado tudo o que está acontecendo hoje, esta maratona da HBO não poderia ter chegado em um momento melhor. Dos assassinatos de George Floyd e Ahmaud Arbery, os protestos da "Black Lives Matter" em todo o mundo, aos apelos ao desmantelamento da supremacia branca e dos departamentos de polícia, é quase como se estivéssemos testemunhando "Watchmen" se desenrolando em tempo real.

Em comunicado, a HBO disse que a maratona gratuita é uma "extensão do conteúdo da rede, destacando experiências, vozes e contadores de histórias negros".

+HBO

1
0
0
Sobre o autorCarol Souza
Amante do cinema, dos livros e apaixonadíssima pelo bom e velho rock n'roll. Amo escrever e escrevo sobre o que amo. Ativista da causa feminista e bebedora de café profissional. Instagram: @barbooosa.carol