Com 100 mil mortos por coronavírus no país, presidente Bolsonaro declara: "Vamos tocar a vida"

A frase foi dita durante a live semanal do presidente em suas redes sociais
A frase foi dita durante a live semanal do presidente em suas redes sociais
PorBruna Pinheiro06/08/2020 22h02

O presidente Jair Bolsonaro falou em sua live semanal para seus apoiadores nas redes sociais que é preciso "tocar a vida", enquanto comentava sobre o país estar próximo a marca de 100 mil mortos por conta novo coronavírus nesta quinta-feira (06). 

Até às 20h de hoje, o consórcio de veículos de imprensa contabilizava no Brasil 98.644 óbitos e 2.917.562 diagnósticos de Covid-19. Os dados são similares aos divulgados pelo Ministério da Saúde, que registraram  98.493 mortes, sendo 1.237 nas 24 horas antes do boletim, e 2.912.212 casos confirmados.

Ao lado do ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, Bolsonaro disse na live: "A gente lamenta todas as mortes, já está chegando ao número 100 mil, talvez hoje. Vamos tocar a vida. Tocar a vida e buscar uma maneira de se safar desse problema".

O presidente já foi criticado outras vezes por frases polêmicas durante a pandemia do novo coronavírus, como por exemplo, quando foi perguntado por uma jornalista em abril sobre o Brasil ultrapassar a China no número de óbitos e disse: ""E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre". O presidente também disse que não era "coveiro" e que a morte "é o destino de todo mundo".

Confira o vídeo completo da live:

+Bolsonaro

Comentários

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1