Sara Winter tem nova conta no Twitter bloqueada e Lula diz: "Essa menina tem que ser reeducada"

Segundo a rede social, a conta foi bloqueada por descumprir regras
Segundo a rede social, a conta foi bloqueada por descumprir regras
PorBruna Pinheiro

A ativista de extrema direita, Sara Giromini, conhecida como Sara Winter, teve a sua conta oficial no Twitter bloqueada no mês de julho, como parte do inquérito das fake news que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

Mas o caso ocorreu novamente após Sara contar através de um vídeo seu no YouTube o nome e o hospital onde a criança de 10 anos grávida por estupro estava. Segundo o Twitter, a suspensão ocorreu por violação de regras da rede social. Não foi explicitado qual foi a regra violada.

O canal no YouTube de Sara foi excluído na última terça-feira (18), após a polêmica do vídeo. O canal foi derrubado após o Ministério Público do Espírito Santo ter acionado Justiça, e conseguiu retirar a publicação das redes sociais. Os promotores de justiça abordam que Sara Winter desrespeitou o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) ao expor a identidade da vítima menor de idade.

Perfil suspenso de Sara Winter no Twitter
Perfil suspenso de Sara Winter no Twitter
Perfil suspenso de Sara Winter no Twitter

Em recente entrevista à TV Democracia, no YouTube, o ex-presidente Lula afirmou que é preciso reeducar militantes de direita. "Uma daquelas moças de Brasília, que publicou a foto da menina [que foi estuprada pelo tio e fez um aborto], o hospital que a menina estava, essa pessoa não tem que ser presa, essa menina não tem que ser morta a bala como eles acham que tem que ser, essa menina tem que ser reeducada, a família dessa menina precisa reeducá-la", afirmou o petista.

Sara já foi presa há alguns meses no inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga atos antidemocráticos em frente ao prédio do órgão em Brasília e atualmente usa uma tornozeleira eletrônica.

Comentários

O que você achou?
0GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
0DetesteiDetestei
0AmeiAmei
0AffAff