Devido grande volume de acesso, TSE diz que pode ocorrer 'instabilidade momentânea' no aplicativo e-Título

Veja também como baixar o e-Título para justificar sua ausência.
Veja também como baixar o e-Título para justificar sua ausência.
PorBruna Pinheiro15/11/2020 14h06

Vários eleitores estão reclamando da dificuldade de acesso ao e-Título, aplicativo desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral com a nova ferramenta de justificativa de ausência online. Com isso, o TSE informou que a instabilidade que está ocorrendo é momentânea, devido alto número de acesso.

A orientação é que as pessoas tentem novamente dentro de alguns minutos e que, até às 8h50 deste domingo (15) de eleição, 400 mil pessoas já haviam justificado a ausência nas eleições por meio do e-título, comprovando a eficiência do aplicativo.

Além da utilização para a justificativa, o e-título também pode ser usado como documento oficial de identificação para votar nas seções eleitorais. De acordo com o tribunal, cerca de 12,8 milhões de pessoas baixaram o aplicativo para utilizá-lo nesta eleição.

Veja como baixar e utilizar o e-Título:

A nova opção como documento e meio de justificativa, o aplicativo e-Título pode ser baixado no seu celular nas lojas de aplicativos Play Store/Google Play e Apple Store. 

Primeiro, o eleitor precisará preencher o nome, a data de nascimento e escolher um documento: CPF ou Título de Eleitor para acessar o sistema. Em seguida, preencher dados como nome completo dos pais.

Na segunda etapa é necessário fazer a confirmação do endereço residencial, cidade natal e o local de sua votação. Após criar a senha, a página principal aparece com seus dados pessoais, foto, a zona e a seção de sua votação.

Além disso, neste ano os eleitores terão duas opções para justificar a ausência: poderão utilizar o aplicativo e-Título ou o sistema Justifica. No app, na aba à esquerda “Mais opções” é possível selecionar “Justificativa de ausência” e preencher os dados. Depois é só aguardar o protocolo que será gerado e acompanhar. 

Vale lembrar que o voto é obrigatório no país inteiro e, o não comparecimento no dia da eleição ou a não justificativa, podem render ao eleitor uma multa e até a suspensão de alguns direitos civis como a participação em concursos públicos.

2
Gostei
Haha
Triste
Detestei
Amei
Aff
Gostei
Comentar

+Eleições

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1